Como saber se uma ação está cara ou barata?

Essa é uma das dúvidas mais frequentes entre os investidores. Afinal, saber se a ação está cara ou barata é essencial para entender se é o momento correto para investir naquela empresa.

Qual o raciocínio?

Ao olhar apenas para o preço dessas ações, provavelmente seria concluído que a ação B é a mais cara. Mas, para o mundo dos investimentos, esse raciocínio NÃO está certo!

Vamos ver um exemplo…

Lembramos que ações são partes de empresas, então, pense em uma padaria que dá 1000 reais de lucro. Agora, imagine outra padaria, idêntica, com o mesmo lucro da padaria anterior que lucra também 1000 reais. As duas são iguais.

Ambos os donos querem vender partes de suas padarias por meio de ações, por um valor total de 2000 reais. No entanto, a 1ª padaria é negociada por uma única ação, no valor de R$2.000,00, enquanto a 2ª é dividida em 10 ações de R$200 cada.

Isso significa que uma ação da Padaria 1 é mais cara que uma ação da Padaria 2?

Fundamentalmente, não! Apenas em valores absolutos. 

Vamos lá, as padarias são idênticas e ambas lucram 1.000 reais. Mas, uma ação da Padaria 1 representa 100% da empresa. Ou seja, seu lucro por ação (LPA) é de R$1.000,00. Isso significa que eu pago R$2,00 para cada R$1,00 de lucro que ela me entrega, já que custa R$2.000,00.

Já na Padaria 2, cada ação representa um décimo da companhia, já que foi dividida em 10. Então, o lucro por cada ação é de R$100,00. Isso representa a mesma razão de 2 para 1 de preço sobre lucro da ação da Padaria 1, visto que custam R$200,00.

Isso quer dizer que, analisando apenas esse indicador, as duas ações estão empatadas no quesito valor! Ou seja, estão igualmente precificadas.

ilustração: Padaria 1 valor = R$2000 LPA = R$1000 e PL = 2 Padaria 2 Valor = R$ 200 LPA = R$100 PL = 2

Os indicadores

Até agora descobrimos dois indicadores: o LPA e o P/L.

LPA

O lucro por ação é reportado pelas empresas de capital aberto na Demonstração do Resultado (DRE), e também pode ser calculado dividindo o resultado líquido pelo número total de ações.

Preço / Lucro (P/L)

O P/L é a razão entre o preço da ação e seu LPA. Ele indica quanto está sendo pago por cada real de lucro de cota da empresa.

Tendo isso em vista, no mercado, procuramos ações com as seguintes características:

Que entreguem mais lucro por um mesmo preço;

OU

Que entreguem o mesmo lucro por um preço menor.

O lucro está no denominador e o preço está no numerador. Dessa forma, se buscamos lucro maior e preço menor, queremos, essencialmente, empresas com P/L menor do que seus pares.

Logo, se a Padaria 2 entregar um lucro maior no ano seguinte, e os preços das ações não mudarem…

Ela fica mais atrativa! Percebe-se que, com o aumento dos lucros da 2ª padaria, seu P/L diminuiu, ficando mais barata do que as ações da 1ª Padaria .

Entretanto, se os lucros não mudarem e o preço da ação da Padaria 1 cair…

Padaria 1 melhor que Padaria 2. Padaria 1 Valor = R$1.500 LPA = R$1000 PL = 1,5 já Padaria 2 Valor = R$200 LPA=R$100 PL = 2

Quem está mais barata agora é a 1ª!

Mesmo seu valor absoluto sendo 7,5x maior que a ação da Padaria 2. Dessa vez, foi o seu P/L que diminuiu, visto que seu preço caiu sem uma piora em seus lucros.

Ressalto que o lucro por ação (LPA) é apenas uma das métricas que pode ser utilizada para analisar o valor de uma ação. Outras comuns são: Valor Patrimonial por Ação (VPA, o Patrimônio Líquido dividido pelo total de ações) e Receita Líquida por Ação (ou “sales per share”), por exemplo. É com esses valores que chegamos às razões P/VP e P/S (preço sobre valor patrimonial e “price to sales ratio”, respectivamente).

As fórmulas são:

Fórmula de price to sales ratio P/S = preço sob receita líquida por ação

Agora você já sabe que analisar um único dado sozinho, como o preço, não te entrega muita informação! O importante é sempre combinar os dados corretos para se fazer a análise mais completa e acertada possível.

Deixar uma resposta